A árvore genealógica dos Salretas

Aqui está a árvore genealógica da família Salreta que engloba todos os Salretas actuais (que eu conheça).

Existem adicionalmente duas pequenas "famílias" que ainda não consegui integrar na família principal:
Família 1 - Uma pequena família de Olhão, com 4 gerações que começa cerca de 1700 e
Família 2 - Outro pequena família também de Olhão, com 3 gerações que começa cerca de 1740.

Depois temos os Salretas avulso obtidos nas mais variadas fontes (listas telefónicas, Google, fotos familiares, etc.), a maior parte do século XX e que ainda não sei qual a sua filiação ou enquadramento.

ATENÇÃO: Quem pretender que os nomes de familiares seus (falecidos ou não) sejam retirados da lista, é só informarem-me dos seus RIN's através do meu contacto.

As árvores são apresentadas em formato de tabela com as seguintes colunas:

Nome RIN Nasc. Casam. Obito Pais do conjuge

Nos nascimentos, casamentos e óbitos, quando a data não está precisamente identificada, aparece com fundo amarelo para me facilitar a sua pesquisa posterior.
A estimativa das datas é efectuada considerando que cada geração representa em média 25 anos e que os casamentos são efectuados entre os 18 e os 25 anos (excepto quando já existem filhos com datas inferiores ao limite). Quando o fundo está a cinzento quer dizer que não me vou preocupar a procurar as datas.

Quando existem casamentos entre Salretas, para não estar a repetir os seus descendentes em ambos os cônjuges, a seguir ao nome aparece um (*) que indica que eles estarão juntos ao outro cônjuge.

Sempre que os nascimentos, casamentos e óbitos já têm o seu registo identificado, é efectuada a ligação para a transcrição do registo existente na TT e para a imagem desse registo.
Como por vezes é díficil "traduzir" estes registos, devido à letra usada ou ao elevado grau de deterioração, por vezes nas transcrições aparece um "?", quando tive dúvidas quanto ao que estava escrito nos registos.
Se alguém tiver a "coragem" de tentar ler esses registos e conseguir "traduzir" melhor, agradeço que me informem.


Para além da "tradução" dos registos paroquiais, outra das dificuldades com que me deparo é que, enquanto até cerca de 1900 é só uma questão de pesquisar nos registos paroquiais, para os Salretas mais recentes e como não posso ir "coscuvilhar" nos registos civis, estou dependendente da boa vontade dos familiares para me fornecerem a informação necessária (datas e freguesias de nascimento, casamento e óbito) e nomes completos dos pais, avós, etc. o que, por vezes, se torna difícil, ou por não saberem ou por eu não os conseguir contactar.


Finalmente, tenho andado a "brincar" com uma forma de apresentação diferente - uma árvore "colapsável" (creio que esta palavra não existe) ou "Collapsible Tree". Mas atenção que é necessário ter o JavaScript activo e ainda é experimental.


[Início] [Salretas] [Os outros avós] [Photos] [Curiosidades] [Meus hobbies]